A melhor biblioteca online grátis

Amor de Perdição

FORMAT: PDF EPUB MOBI
DATA DE LANÇAMENTO: 2017
TAMANHO POR ARQUIVO: 8,74
ISBN: 9788532652188
LÍNGUA: PORTUGUÊS
AUTOR: Branco,Camilo Castelo
PREÇO: GRATUITO

Tudo Branco,Camilo Castelo livros que você lê e baixa de nós

Оescrevendo:

Camilo Castelo Branco é um dos maiores autores do Romantismo em Portugal, e em 1862 produziu este que é o seu romance mais famoso. O livro conta a história de Simão Botelho e Teresa de Albuquerque, que acabam se apaixonando e vivendo um amor proibido, pois pertencem a duas famílias que se odeiam. A Coleção Vozes de Bolso - Literatura Brasileira se propõe a trazer ao público um novo tipo de trabalho em torno de grandes clássicos da literatura de língua portuguesa. São todos textos já canonizados pela nossa tradição, porém com alguns "aditivos" que agregam valor e força aos mesmos.

... 11.° ano de escolaridade. Obra incontornável do movimento romântico português, Amor de Perdição leva-nos a conhecer uma das mais apaixonantes histórias de amor de todos os tempos ... Amor de Perdição - Resumo COMPLETO + CURIOSIDADES ... . Simão e Teresa (qual Romeu e Julieta) pertencem a famílias inimigas, mas a paixão que os une fá-los acreditar que tudo é possível. Amor de Perdição- Amor na atualidade A relação amorosa de Simão e Teresa tem algumas semelhanças, com as relações amorosas da atualidade por mais pequenas que sejam, elas existem. Este amor é tão bonito e intenso que acaba por ser triste e trágico. Desde ... de dizer mal desta novela, que tem a boçal inocência de não devassar alcovas, a fim de que as senho ... Opinião: Amor de Perdição | Camilo Castelo Branco ... ... . Este amor é tão bonito e intenso que acaba por ser triste e trágico. Desde ... de dizer mal desta novela, que tem a boçal inocência de não devassar alcovas, a fim de que as senhoras a possam ler nas salas, em presença de suas filhas ou de suas mães, e não precisem de esconder-se com o livro no seu quarto de banho. Dizem, porém, que o Amor de Perdição fez chorar. Mau foi isso. Mas agora, como...