A melhor biblioteca online grátis

Casamento, Divórcio e Empresa - Questões Societárias e Patrimoniais

FORMAT: PDF EPUB MOBI
DATA DE LANÇAMENTO:
TAMANHO POR ARQUIVO: 8,18
ISBN: 9788584258390
LÍNGUA: PORTUGUÊS
AUTOR: Cristina Chaves,Natália
PREÇO: GRATUITO

Gostar de ler Casamento, Divórcio e Empresa - Questões Societárias e Patrimoniais Cristina Chaves,Natália epub livros de graça

Оescrevendo:

"Este livro encontra-se estruturado em duas partes. A primeira delas, composta de três capítulos, será dedicada ao delineamento das principais características e normas relativas às sociedades limitadas e ao casamento.O objetivo é aproximar as normas aplicáveis a ambos os campos, até o ponto de encontro entre casamento e sociedades limitadas. A segunda parte, composta de quatro capítulos, será voltada para a análise dos efeitos do matrimônio e da sua dissolução pelo divórcio nas sociedades limitadas com a participação de um ou dos dois cônjuges."

...urso da vida societária, que ambos os cônjuges possam exercer concorrentemente ... Casamento, Divórcio e Empresa: Questões Societárias e ... ... ... A utilização das regras pertinentes a apuração dos haveres para alcançar o valor real - e não ficto - da participação societário cônjuge sócio poderá ser efetuado pelo cônjuge não sócio, tendo legítimo interesse na investigação de tal valor, razão pela qual não raras vezes se verifica contratos sociais admitindo tais cônjuges na sociedade após o divórcio, a fim de evitar ... Antigamente a atividade empresarial era tida, nos casos de divórcio, como pa ... Casamento divorcio e empresa questoes societarias e ... ... ... Antigamente a atividade empresarial era tida, nos casos de divórcio, como patrimônio particular e indivisível do cônjuge/sócio, sendo objeto de discussão na fixação da pensão, mas, raras vezes, de partilha, até por conta das disposições - e estrutura - contratuais proibitivas do ingresso de terceiros (mesmo cônjuge) na sociedade sem a autorização dos demais sócios. O fato do cônjuge não ingressar na sociedade se justifica porque à ela não cabe a responsabilidade ou participação na questão do divórcio, que é puramente familiar e não societária. Da mesma forma ocorre quando do insucesso da empresa, em que os bens do casal não socorrerão a empresa. Dedica-se ao planejamento sucessório, governança corporativa e aconselhamento em questões relativas ao direito tributário, societário e de família. *Marcelo Trussardi Paolini assessora grupos familiares, indivíduos e famílias, para implementação de planejamentos sucessórios e patrimoniais, com partilhas, antecipação de heranças, e destinação de quinhões hereditários. Um dos efeitos patrimoniais do casamento é o regime de bens, que compreende um conjunto de regras que irão disciplinar os interesses patrimoniais e financeiros decorrentes da entidade familiar.. Assim, quando da formalização do casamento ou da união estável, as partes possuem a prerrogativa de eleger um dos regimes de bens dispostos pela lei, ou seja, optar por aquele conjunto de regras ... Casamento, Divórcio e Empresa - Questões Societárias e Patrimoniais Cristina Chaves,Natália "Este livro encontra-se estruturado em duas partes. E aí devem ser incluídas as quotas, posto que elas não atribuem só direitos sociais, mas também direitos patrimoniais, e por esse viés, são bens jurídicos.[1] Assim, se a participação societária compõe o patrimônio comum do casal, o seu divórcio implicará partilha de quotas. Jane Resina F. De Oliveira. Muita controvérsia e dúvidas surgem no momento do divórcio do casal, quando entre os bens a serem partilhados, estão quotas sociais de empresas, que via de regra, estão em nome de um só cônjuge ou em nome de ambos. Como dito alhures, na prática forense, quando do divórcio, o que se verifica é que a maior parte dos operadores do direito, seja na qualidade de representante do autor ou representante do réu, costumam requerer a partilha de cotas sociais adquiridas na constância do casamento pelo seu valor nominal, isto é, pelo valor do capital social da empresa informado no contrato social constitutivo ... Resolva a questão: O divórcio extingue o casamento e possibilita ... O divórcio extingue o casamento e possibilita . A. novo casamento, incondicionalmente. B. novo casamento, desde que não esteja pendente causa suspensiva. C. o retorno ao estado civil original, como consequência da extinção do vínculo do matrimônio. D. Assim, esse aumento do capital social não constitui fruto do sócio, mas, sim, produto da sociedade empresarial, que com o sócio não se confunde, como dito alhures, e, por isso, não se comunica (Sérgio Gischkow Pereira, Direito de família: aspectos do casamento, sua eficácia, separação, divórcio, parentesco, filiação, regime de bens, alimentos, bem de família, união estável ... A blindagem patrimonial é amplamente prevista na legislação vigente, que prevê a proteção do patrimônio, com o fim de preservar empresas, garantindo o emprego a milhares de pessoas, e o fruto de anos de árduo trabalho....