A melhor biblioteca online grátis

Eu & Ela - Crônicas

FORMAT: PDF EPUB MOBI
DATA DE LANÇAMENTO: 2016
TAMANHO POR ARQUIVO: 12,45
ISBN: 9788555267567
LÍNGUA: PORTUGUÊS
AUTOR: Silva,Luiza Elizabeth Da
PREÇO: GRATUITO

Gostar de ler Eu & Ela - Crônicas Silva,Luiza Elizabeth Da epub livros de graça

Оescrevendo:

Sempre gostei de escrever desde muito menina. Incentivada por professores e dezenas de autores cujos livros eu devorava. Mas era só para mim que escrevia. Ha dez anos , depois de passar por momentos difíceis e ser submetida a duas cirurgias no cérebro em função de alguns aneurismas,tive que puxar o freio de Mão no trabalho. Desde então , com mais Tempo para o ócio e incentivada pelo jornalista e amigo Deonel Rosa Junior comecei a escrever e publicar em colunas de jornais e revistas.

... sofrer, era tão Linda, transbordava doçura e sentimentos raros ... 4 Crônicas De Luis Fernando Veríssimo ... . Eu não teria a audácia, quase que um pecado tirá-la uma lágrima. Crônicas são textos curtos sobre acontecimentos corriqueiros do dia a dia. Reflita aqui com as palavras de cronistas famosos, ... Eu não saberia escolher a musiquinha que o identifica. Aquela que, quando toca, ... Ela me ouviu, parada, um arzinho meio triste como o de uma menina a quem não se fez a vontade. O que é crônica? A crônica é um gênero textual curto escri ... Crônicas | Ela Que Escreve ... . O que é crônica? A crônica é um gênero textual curto escrito em prosa, geralmente produzido para meios de comunicação, por exemplo, jornais, revistas, etc. Além de ser um texto curto, possui uma "vida curta", ou seja, as crônicas tratam de acontecimentos corriqueiros do cotidiano. Eu levo minha mulher a todos os lugares, mas ela sempre acha o caminho de volta. Perguntei a ela onde ela gostaria de ir no nosso aniversário de casamento, "em algum lugar que eu não tenha ido há muito tempo!" ela disse. Então, sugeri a cozinha. Nós sempre andamos de mãos dadas…Se eu soltar, ela vai às compras! Porque eu posso entender que ela queira se fazer de cega para te manter ao lado dela, mas eu não posso entender que você seja um canalha estando com ela, mas procurando por mim todas as noites. Posted in Crônicas Não escrevo mais como escrevia, não leio mais como lia. Não estudo mais como estudava, não olho mais como olhava. Não me atento mais como me atentava, não me dedico mais como me dedicava. Não observo mais como observava, não admiro mais como admirava. Não gosto mais como gostava, não desejo mais como desejava. Não… Posts about Crônicas written by Débora Costa. Talvez você nunca tenha entendido muito bem isso. Digo, naquela época, por mais que eu me esforçasse para te conquistar, eu era obrigada a ver o cara por quem eu estava apaixonada, olhando para outras garotas como eu desejava que ele me olhasse. Ela 8, eu 80 ...